Carros x COVID-19

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir
Carros x COVID-19
Foto: Divulgação



O Brasil atravessa uma das piores crises, que um dia assolou esse País. A pandemia do Coronavirus travou a economia brasileira de maneira nuca vista antes, pela grande maioria das pessoas, no Brasil. Ainda que o cenário não seja nada promissor, as montadoras de automóveis procuram fazer a sua parte para tentar minimizar os efeitos dessa crise, tanto econômica, quanto na área da saúde. Dessa forma, diversas ações foram adotadas para apoiar os profissionais da área de sáude (em conjunto com secretarias Municipais, Estaduais e até Federais). Várias comunidades carentes também estão sendo assistidas pelas montadoras.

General Motors

Através do Instituto GM, a empresa anunciou várias ações de suporte:

• 5.500 cestas de alimentos, higiene e limpeza serão doadas nas comunidades onde a GM atua no Brasil. Direcionados para famílias em situação de vulnerabilidade social, as cidades atendidas são Gravataí (RS), Joinville (SC), São Caetano do Sul (SP), São José dos Campos (SP), Sorocaba (SP), Indaiatuba (SP) e Mogi das Cruzes (SP), além da capital paulista.

• 3.000 óculos de segurança serão entregues para uso por profissionais de saúde para as prefeituras das cidades onde a GM está presente, e que sinalizaram essa necessidade: Gravataí, Joinville e São José dos Campos.

• 105 carros serão emprestados para as autoridades serão utilizados pelas prefeituras de Gravataí, Joinville, São Caetano do Sul, São José dos Campos; além do governo estadual de São Paulo. Os veículos poderão ser usados para o transporte de profissionais de equipamentos de saúde e, também, de pacientes; além de outras necessidades.

A General Motors também lidera a força-tarefa do governo federal para conserto de respiradores no Brasil. Atuando junto às autoridades, a empresa está liderando esforços conjuntos com o ministério da Economia, SENAI, Abeclin (Associação Brasileira de Engenharia Clínica) e outras montadoras no conserto de todos os respiradores que não estão funcionando no Brasil, por meio da Iniciativa + Manutenção de Respiradores. O objetivo é consertar 100% dos aparelhos fazendo a logística de buscar nos hospitais, levar até uma fábrica mais próxima, consertar com a mão de obra técnica voluntária treinada pelo SENAI e, depois de funcionando, o equipamento retorna para o hospital de origem para ser usado no combate ao Covid-19.

Volkswagen

A Volkswagen do Brasil disponibilizou frota de 100 veículos da marca para utilização das Prefeituras de São Bernardo do Campo/SP, Taubaté/SP, São Carlos/SP, São José dos Pinhais/PR, localidades onde a empresa mantém fábricas, e para o Governo do Estado de São Paulo. O empréstimo tem como objetivo principalmente apoiar o deslocamento de médicos e enfermeiras, bem como transporte de medicamentos e equipamentos de saúde, podendo ser utilizado para qualquer outra necessidade das autoridades.

Também está doando duas mil máscaras faciais protetoras para as quatro cidades onde mantém suas operações fabris: São Bernardo do Campo/SP, Taubaté/SP, São Carlos/SP e São José dos Pinhais/PR. As máscaras são parte do estoque da companhia e eram de utilização na linha de produção. A doação está sendo feita em cooperação com a Defesa Civil destas localidades no combate à COVID-19.

Em parceria com a Assobrav (Associação Brasileira de Distribuidores Volkswagen), vai oferecer até o dia 31 de junho, serviços de reparo em suas concessionárias para veículos da Volkswagen para as Secretarias da Saúde dos estados de São Paulo e Paraná, localidades onde a empresa possui fábricas, que estão sendo utilizados no combate à COVID-19. A mão de obra dos serviços é gratuita, com todos os cuidados de segurança e higiene dos profissionais das concessionárias, e as peças são cobradas a preço de custo. Para agendar os reparos e saber quais concessionárias farão o atendimento nos dois estados, os clientes devem entrar em contato por meio do telefone (11) 4435-1006. Esta ação também se estende a reparos para os 100 veículos disponibilizados pela Volkswagen que já estão sendo utilizados pelas prefeituras de São Bernardo do Campo/SP, Taubaté/SP, São Carlos/SP, São José dos Pinhais/PR e pelo Governo do Estado de São Paulo para ajudar no combate à epidemia.

FCA (Fiat e Jeep)

O programa integrado da FCA para suporte no combate à Covid-19 no Brasil está baseado em diversas ações:

- Contribuições para a instalação de hospitais de campanha em Betim (MG) e Goiana (PE);

- Uso da expertise e recursos da companhia para a produção e oferta de itens hospitalares altamente estratégicos neste momento;

- Doações e comodato de recursos e materiais diversos para apoio à área da Saúde.

- Suporte ao aumento da capacidade produtiva de ventiladores no Brasil

- Participação em força-tarefa para reparo de ventiladores inoperantes

- Produção de protetores faciais plásticos (face shields) em impressoras 3D para doação

- Doação de equipamentos de proteção, higienização e esterilização

- Veículos disponibilizados às autoridades mineiras e pernambucanas

- Participação em fundo de doações para o Hospital Mater Dei Betim-Contagem

Ford

A Ford vai produzir inicialmente 50 mil máscaras nas fábricas de Camaçari, na Bahia, e Pacheco, na Argentina, para doação, por meio de órgãos públicos e organizações sem fins lucrativos, a profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à doença.

Adicionalmente, a Ford está disponibilizando veículos à Cruz Vermelha, no Brasil e Argentina, para auxiliar no transporte de equipes e suprimentos. Esta ação também está sendo estendida para Chile, Colômbia e Peru.

Estas iniciativas se unem a outras importantes ações previamente anunciadas, como a recuperação de respiradores mecânicos e o adiamento de parcelas de financiamentos feitos pela Ford Credit.

PSA (Peugeot e Citroën)

O GroupePSA auxilia no combate “imprimindo” os componentes dos “protetores faciais” que têm sido tão usados para proteger as equipes médicas que têm contato com os pacientes. Para isso, serão usadas impressoras 3D que terão como matéria-prima o PETG. O protótipo desse equipamento é um arquivo open source (código aberto) adaptado pela rede de instituições do Rio de Janeiro que trabalham em conjunto neste momento. A impressão será feita em parceria com o FabLab da FirjanSenai Resende, no âmbito do Programa Resiliência Produtiva Firjan. Os conjuntos completos e já montados de protetores serão doados às autoridades públicas de saúde do estado do Rio de Janeiro.

Renault

A Renault do Brasil, através do Instituto Renault, está desenvolvendo uma série de ações para ajudar a reduzir os impactos. As ações se dividem nos níveis municipal, estadual e federal.

Municipal

Por meio das impressoras 3D do Creative Lab, laboratório de inovação da marca localizado no Complexo Ayrton Senna (PR), a Renault está produzindo máscaras utilizadas em atendimento hospitalar para entrega à Secretaria de Saúde de São José dos Pinhais (PR). As impressoras estão produzindo 24 horas por dia para garantir a entrega do maior número possível de equipamentos.

Estadual

A Renault do Brasil realizou a entrega de dez veículos à Coordenadoria Estadual da Defesa Civil do estado do Paraná em formato de comodato. Os veículos dos modelos Captur, Duster, Oroch e Master, serão utilizados em ações de combate ao vírus, por meio do transporte de donativos e insumos, do atendimento às famílias mais necessitadas e do apoio às ações de saúde, educação e segurança.

Federal

A Renault também está fazendo parte de uma campanha nacional para a manutenção de respiradores mecânicos que estão sem uso.

Mercedes-Benz

Entre as principais iniciativas está a parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia e profissionais de áreas médicas. A fabricante está participando junto a instituições, e também com o apoio de secretárias das cidades do ABC Paulista, do desenvolvimento de respiradores utilizando como matéria-prima peças da indústria automotiva. Os testes já foram iniciados nessa semana e a expectativa é que a sua produção comece nos próximos dias em fábricas da Mercedes-Benz e demais empresas voluntárias para suprir com urgência, a princípio, hospitais da região de São Paulo - Estado com o maior número de casos confirmados.

Também em parceria com o Instituto Mauá de Tecnologia e com a Universidade de São Paulo (unidade de São Carlos), a Mercedes-Benz está contribuindo para o desenvolvimento e produção de máscaras de proteção facial extremamente importantes para os profissionais de saúde que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus. Os equipamentos já estão sendo fabricados em impressoras 3D da empresa e do Instituto Mauá, conforme a demanda, e serão destinados para hospitais da região do ABC.

A companhia, em parceria com o Banco Mercedes-Benz, está comprometida com a doação de cestas básicas e itens de higiene para comunidades carentes, além de diversos itens médicos para hospitais. Até esse momento, já foram entregues mil óculos de proteção para o Pronto Socorro Municipal de São Bernardo do Campo (SP).

Para o Pronto Atendimento de Iracemápolis, cidade do interior paulista em que a Mercedes-Benz produz automóveis, estão sendo doados 700 pares de luvas, 30 óculos de proteção e cerca de 540 máscaras respiradoras. Além disso, estão previstas doações de luvas, máscaras e 2 mil testes do Covid-19 para hospitais próximos às plantas da empresa.

Simultaneamente, colaboradores, concessionários e parceiros Mercedes-Benz estão sendo convidados a participar de uma grande campanha de solidariedade com doações de cestas básicas e itens de higiene também para todos os municípios de atuação da companhia. A campanha tem início dia 2 e deve acontecer até 21 de abril, com possibilidade de prorrogação a depender da situação do país.

Quanto ao empréstimo de veículos, duas vans Sprinter já estão sendo utilizadas pela Prefeitura de São Bernardo do Campo para transportar passageiros. Os parceiros da Viação Piracicabana também emprestaram sem qualquer custo três vans com motoristas para o transporte diário de funcionários da empresa Magnamed, em Cotia (SP), que vão trabalhar em dois turnos para produzir máscaras usadas no combate ao Covid-19.

Toyota

Toyota anunciou a doação de quatro Hilux adaptadas a ambulâncias, além de 30 mil frascos de álcool gel ao Governo do Estado de São Paulo por meio da Fundação Toyota do Brasil, contribuindo com a mobilidade dos pacientes e de outros profissionais da área de Saúde, além de deixar um legado para o Estado.

A Toyota também faz parte das empresas que se uniram para consertar respiradores artificiais que poderão abastecer o Sistema Único de Saúde e as unidades de tratamento intensivo (UTI).

Honda

A Moto Honda da Amazônia assinou um termo de cooperação técnica para o desenvolvimento de protótipo de respiradores artificiais com o Governo do Amazonas e a Universidade do Estado do Amazonas. Sob o acordo, o grupo trabalhará com o intuito de viabilizar um protótipo de respiradores de transporte, utilizado em pacientes que necessitam de suporte respiratório temporário ou enquanto são deslocados em curtos e médios trajetos.

A Moto Honda da Amazônia também irá apoiar a iniciativa conjunta de manutenção de respiradores que estão fora de operação para serem utilizados por pacientes acometidos pelo novo coronavírus. Em uma frente adicional, a empresa doará para a Defesa Civil do estado, dez motobombas para uso em ações específicas em favor da saúde pública.

A Honda Automóveis do Brasil também participa da força-tarefa de reparo de respiradores artificiais. Cerca de 30 profissionais em conjunto com parceiros externos estão dedicados a esse projeto, com uma estrutura de trabalho montada na planta de Sumaré, interior de São Paulo. A empresa irá atender a demanda de cidades próximas à sua unidade fabril e já reparou o primeiro equipamento.

Além dessa medida, a Honda Automóveis está doando pulverizadores costais à Prefeitura de Sumaré para a higienização e desinfecção de áreas públicas. A iniciativa foi complementada com a doação de 2 mil máscaras de proteção individual e cestas básicas, que seguem para Fundo Social de Solidariedade do município.

Notícia



Popular

Novo Onix Plus é o carro mais econômico do Brasil

O Inmetro divulgou o consumo de combustível dos automóveis modelos 2020 inscritos no Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular...