Bovespa +0,28% 63.831,28 pts    Câmbio:    Dólar com +0,52% R$ 3,238 Peso arg +0,54% R$ 0,205 Euro +0,31% R$ 3,441

Uma vitrine de amor

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir
Uma vitrine de amor
Foto:

Uma vitrine de amor


Se o amor pelos animais e a vontade de transformar suas vidas motivassem cada vez mais pessoas, com certeza, outras iniciativas de sucesso como esta seriam criadas.
Em agosto de 2015, a fotógrafa Débora Holtz e a jornalista Aline Fonseca criaram o projeto Adote um Amigo. “Tínhamos a v0ntade de ajudar os animais abandonados de uma forma em que as pessoas não sentissem pena deles, mas sim, de despertar a vontade e o interesse de adotar, como se os cães estivessem numa vitrine”, lembram.
Dessa forma, as fotos começaram a ser produzidas no próprio Canil Municipal de Tatuí. Contando com a ajuda de Lucélia Brandini (serviços gerais) e Luciana Bonifácio Gomes (atendente), a fotógrafa começou a levar um mini estúdio e alguns acessórios para fazer os cliques.
Pose para a foto
Para chamar a atenção dos cães no momento das fotos, Débora revela que elas usam salsichas. “De modo geral, eles se comportam bem, salvo aqueles mais agitados. Contamos com a ajuda de um dos funcionários do canil que coloca o cachorro sentado no fundo fotográfico e o segura”, explica.
A divulgação das fotos é feita exclusivamente pelo facebook da Prefeitura Municipal e a jornalista Aline Fonseca esclarece o motivo, “as redes sociais trazem o benefício dos compartilhamentos, contribuindo para que a campanha se propague rapidamente. O álbum do projeto teve 289 curtidas, já foi compartilhado 792 vezes e possui mais de 30 comentários positivos na fan page na prefeitura”.
Até que sejam adotados, os animais permanecem no canil onde são vermifugados, vacinados, castrados e recebem todos os cuidados veterinários, além de comida e água a vontade. O lugar também proporciona um amplo espaço ao ar livre, abrigo apropriado para o frio e chuva, além de cobertores.

Faça parte desse projeto!
Os interessados em adotar um animal, deverão procurar a Secretaria de Infraestrutura, meio Ambiente e Agricultura, localizada Avenida Domingo Bassi, 100 – bairro Junqueira ou entrar em contato pelo telefone (15) 3305-8611 e fazer um cadastro para a adoção. Feito isso, a equipe do canil analisará o futuro lar do animal e se o candidato tem condições de comprar ração, vaciná-lo anualmente e levá-lo ao veterinário sempre que necessário.
Uma vez que a adoção é concluída, a equipe faz um acompanhamento que inclui visitas e telefonemas para saber se o cãozinho se adaptou ao novo lar. Também é possível colaborar realizando doações de ração, medicamentos, cobertores e fazendo visitas para dar carinho, amor e atenção aos animais.

História marcante
A cadela Filó é uma das que possui uma das histórias mais marcantes. Encontrada e resgatada por um casal de velhinhos que não tinha condições de cuidar dela, Filó não conseguia mais andar. Vários exames foram realizado, mas não chegaram a um resultado do motivo pelo qual as patas traseiras não se mexiam.
No canil, Filó recebeu uma cadeira de rodas e, infelizmente, por se tratar de um animal que exige cuidados especiais, ninguém quer adotá-la, embora seja muito amável e dócil.
Mensagem final
“As pessoas deveriam adotar mais e parar de comprar animais, pois, na maioria dos canis comerciais, a cadela que dá cria vive apenas para produzir, ficando prenha uma cria atrás da outra e sendo descartada quando não conseguir reproduzir mais. Temos que pensar na diminuição do número de cães abandonados, adotando, castrando e tendo a responsabilidade de só deixá-los sair nas ruas com a supervisão do responsável e com guia, evitando que os mesmos sofram acidentes”, concluem Débora e Aline.

Notícia



Prefeito de Cerquilho cria secretaria do trabalho

Um dos primeiros projetos que o atual prefeito de Cerquilho, Aldo Sanson, mandou para a Câmara Municipal, que votou em sessão extraordinária no dia 13 de janeiro, foi a criação de uma secretaria municipal voltada para o trabalho...