Em jogos dramáticos, Senegal e Argélia garantem vaga na final da Copa Africana

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Senegal e Argélia vão fazer a grande final da Copa Africana de Nações, que está sendo disputada no Egito. Com altas doses de drama, as duas seleções venceram suas respectivas semifinais neste domingo, contra Tunísia e Nigéria, e farão a decisão na próxima sexta-feira, no Estádio Internacional do Cairo.

Senegal obteve a primeira vaga ao passar pelos tunisianos: 1 a 0, com o gol marcado na prorrogação, no estádio 30 de Junho, também no Cairo. Mais tarde, os argelinos superaram a três vezes campeã do torneio Nigéria pelo placar de 2 a 1 com um gol no último lance do tempo regulamentar, em jogo realizado na arena que receberá a final da competição.

Na primeira semifinal do dia, o jogador do Liverpool, Sadio Mané, esteve presente na vitória senegalesa numa curiosa partida em que cada equipe perdeu uma penalidade máxima e o duelo foi decidido na prorrogação com um gol contra.

Aos 30 minutos do segundo tempo, o tunisiano Sassi teve sua cobrança defendida pelo goleiro Gomis. Cinco minutos depois, foi a vez de Henri Saivet desperdiçar para Senegal. O pênalti havia sido marcado em falta de Dylan Bronn dentro da área.

O mesmo defensor, que atua no Gent, da Bélgica, faria uma lambança aos seis minutos da etapa final da prorrogação. Ele tentava cortar jogada adversária, mas acabou concluindo o lance para as próprias redes, decretando a vitória dos senegaleses - que tentam seu primeiro título no torneio - e a passagem para a decisão.

Na outra partida decisiva do dia, um gol nos acréscimos do segundo tempo colocou a Argélia como adversária de Senegal na próxima sexta-feira ao vencer a Nigéria por 2 a 1. O atacante Riyad Mahrez, jogador do Manchester City, decidiu um jogo contra a Nigéria.

William Troost-Ekong abriu o placar do embate para a seleção do norte da África ainda no primeiro tempo, aos 40. De pênalti, Odion Ighalo deixou tudo igual aos 27 da etapa final. Quando a partida já se encaminhava para a prorrogação, aos 49 minutos, Mahrez acertou uma bela cobrança de falta e resolveu o jogo para a Argélia, que busca seu segundo troféu continental - o primeiro foi conquistado em 1990.

A grande final entre Senegal e Argélia está marcada para as 16 horas (de Brasília) da próxima sexta-feira.

Notícia