Bolsas de NY fecham estáveis, pressionadas pelo setor industrial

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Os principais indicadores acionários de Nova York fecharam em estabilidade nesta terça-feira, 11, pressionados por papéis do setor industrial, após um dia de abertura em alta, em um aparente movimento de realização de lucros após uma sequência de pregões de ganhos expressivos.

O índice Dow Jones encerrou em baixa de 0,05%, aos 26.048,51 pontos, enquanto o S&P 500 recuou 0,03%, aos 2.885,72 pontos, e o Nasdaq caiu 0,01%, aos 7.822,57 pontos, após tocar, momentaneamente, o nível de resistência exercido pela média móvel de 50 dias.

O mercado de ações nova-iorquino iniciou o dia no campo positivo, fortalecido com o apetite a risco renovado, após o anúncio de grandes linhas de financiamento em infraestrutura na China. No entanto, ao longo do dia, os indicadores perderam o fôlego demonstrado na abertura diante da falta de vigor de papéis industriais. O subíndice industrial no S&P 500 recuou 0,90%, para 630,73 pontos.

Entre as gigantes de tecnologia, as ações operaram mistas: enquanto o Facebook subiu 1,88% e a Apple avançou 1,16%, a Snap recuou 1,67% e a Microsoft caiu 0,38%, acompanhadas pela Alphabet e pelo Twitter, que cederam 0,16% e 1,14%, respectivamente.

Ainda entre as companhias tecnológicas, a fusão da United Technologies com a Raytheon não foi bem avaliada pelos investidores, já que seus papéis recuaram, respectivamente, 3,96% e 5,11% em Wall Street.

Notícia



Trump diz que Fed age como 'criança teimosa'

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) se prende à sua política monetária "como uma criança teimosa", quando, na sua visão, a economia precisaria de "cortes de juros e afrouxamento para compensar o que outros países estão fazendo contra" o país...