Corpos de vítimas de acidente com ônibus são sepultados na Baixada Santista

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Os corpos de três das dez pessoas que morreram no acidente com o ônibus de excursão no retorno de Campos de Jordão, na noite de domingo, 9, foram sepultados em Cubatão, na Baixada Santista, na manhã desta terça-feira, 11. O corpo de Jackeline Rodrigues Fernandes, de 26 anos, foi sepultado às 10 horas, no Cemitério Municipal. Uma hora depois, houve o sepultamento dos jovens namorados Yago Lira Fernandes Mange e de Camila Rodrigues da Silva, ambos de 23 anos, no mesmo cemitério.

O corpo do motorista do ônibus, Ivan Francisco da Silva, de 43 anos, estava sendo velado e seria sepultado às 14 horas no mesmo cemitério. A prefeitura de Cubatão decretou luto oficial de três dias.

Em São Vicente, estavam sendo velados em velório particular os corpos do casal Doriedson Ferreira da Silva, de 46 anos, e Maria Ivonete Marcolino Ferreira da Silva, de 41. Eles seriam sepultados às 16h30 no Cemitério Municipal. No mesmo local eram velados os corpos de Luzia Aparecida Alencar dos Santos, de 32 anos, e da filha Julia Alencar Correa dos Santos, de 3 anos. O sepultamento acontecerá às 16 horas. Os corpos das vítimas Josiel Dourado Neto, de 33 anos, e de sua filha Manuela Maciel Dourado, de 2 anos, foram levados para Barueri, na Região Metropolitana de São Paulo, onde moravam. Não havia informação sobre o sepultamento.

Excursão

O ônibus fretado da empresa Brasil Santana retornava de uma excursão a Campos do Jordão e capotou no km 31,6 da rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro (SP-123), atingindo cinco carros e uma moto. Das 61 pessoas que ficaram feridas no acidente, nove permaneciam em hospitais de Cubatão - três delas em unidade de terapia intensiva, na manhã desta terça-feira. Outras cinco continuavam internadas no Hospital Regional de Taubaté. Uma vítima com ferimentos de média gravidade estava internada na Santa Casa de Pindamonhangaba. A Polícia Civil apura as causas do acidente. O ônibus acidentado passa por perícia nesta terça-feira.

Notícia



TRF-4 mantém condenação a pescador de camarão de SC por crime ambiental

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) manteve a condenação de um homem, residente de Joinville (SC), que foi flagrado pescando camarões utilizando rede de malha proibida pela legislação ambiental na Baía da Babitonga (SC)...