Correção: Assembleia Legislativa do CE vota medidas contra violência no Estado

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A matéria publicada às 13h30 continha uma incorreção no segundo parágrafo. A torre de transmissão derrubada pertencia à empresa Sistema de Transmissão Nordeste (STN), e não à Enel, como constava. Segue a nota corrigida:

A Assembleia Legislativa do Ceará deve se reunir na tarde deste sábado, 12, em sessão extraordinária para votar um pacote de medidas anunciadas ontem pelo governador Camilo Santana, como a convocação de policiais da reserva; aumento na quantidade de horas extras que podem ser pagas a policiais civis e militares, além dos bombeiros e a criação da lei da recompensa, que prevê pagamento em dinheiro pelo Estado por informações da população que resultem na prevenção de atos criminosos e prisões.

A polícia militar do Ceará registrou dois novos ataques no Estado na madrugada deste sábado. Segundo a Agência Brasil, uma explosão derrubou uma torre de transmissão do Sistema de Transmissão Nordeste (STN) em Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza. Outra detonação atingiu o pátio de uma concessionária de veículos, danificando alguns automóveis.

Este é o 11º dia de ataques atribuídos a facções criminosas no Ceará. Ao todo, foram registradas 194 ataques desde o dia 2, que atingiram desde viadutos até ambulâncias, ônibus e delegacias. Segundo a polícia militar, 319 pessoas foram detidas desde então.

Notícia