Ex-advogado de Trump, Michael Cohen vai testemunhar à Câmara em 7 de fevereiro

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Ex-advogado pessoal do presidente americano, Donald Trump, Michael Cohen vai testemunhar publicamente perante o Comitê de Supervisão da Câmara dos Representantes em 7 de fevereiro, anunciou o presidente da comissão, o democrata Elijah Cummings.

Cummings afirmou que Cohen será voluntário e que o comitê trabalhará para garantir que ele não entre em conflito com a investigação criminal em curso liderada pelo conselheiro especial Robert Mueller, que investiga um possível conluio entre os membros da campanha Trump e a Rússia durante a campanha de 2016.

Em um comunicado nesta quinta-feira, Cohen afirmou ter aceito o convite para comparecer perante o comitê. "Estou ansioso para ter o privilégio de ter uma plataforma à qual dar uma satisfação completa e credível dos eventos que ocorreram", disse. (Com informações da Dow Jones Newswires)

Notícia



Trump comemora resultado de investigação de Mueller em encontro com republicanos

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que a investigação do conselheiro especial Robert Mueller sobre a interferência russa na eleição presidencial americana de 2016 deu a ele "ainda mais saúde" e afirmou esperar que a conclusão da investigação signifique "um novo começo"...