Sem acordo para muro, Trump quer declarar emergência nacional

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reiterou novamente que, sem um acordo para o financiamento da construção de um muro na fronteira do país com o México, poderia declarar emergência nacional. "Provavelmente farei isso, talvez definitivamente", afirmou, quando questionado sobre a possibilidade de usar o recurso para erguer a barreira física.

"Sem um acordo com os democratas, seria muito surpreendente para mim se eu não declarasse emergência nacional", acrescentou Trump, ao deixar a Casa Branca rumo à fronteira sul dos EUA, que faz divisa com o vizinho mexicano. Ele afirmou, no entanto, não estar "preparado para declarar emergência ainda", mas destacou que fará isso se for preciso porque tem "total direito".

Segundo o presidente, um muro "de concreto ou aço" pagaria por si mesmo "em dois ou três meses" e a verba virá, "indiretamente", do México, por meio do acordo Estados Unidos-México-Canadá (USMCA), o qual ele afirmou acreditar que "provavelmente" será aprovado no Congresso americano.

A construção de um muro na divisa entre os EUA e o México tem sido o principal impasse para o término da paralisação do governo federal americano, que já chega ao 20º.

Notícia



Pence defende plano de Trump e critica posição de Nancy Pelosi

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, elogiou a proposta do presidente Donald Trump para encerrar a paralisação parcial do governo americano e disse que Trump "ofereceu um compromisso de boa-fé para abordar o que é uma genuína crise humanitária e de segurança na nossa fronteira sul"...