Polícia investiga parto de mulher em coma

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A polícia de Phoenix, nos EUA, requisitou exames de DNA dos funcionários homens de uma clínica do Estado do Arizona, onde uma mulher em coma há mais de uma década deu à luz no mês passado.

Os investigadores apresentaram na quarta-feira, 9, uma ordem judicial para que os empregados façam exames de sangue para tentar descobrir se o homem que estuprou a mulher trabalha na clínica Hacienda Healthcare. Em razão do escândalo, o diretor da clínica, Bill Timmons, renunciou ao cargo.


As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Notícia



Pence defende plano de Trump e critica posição de Nancy Pelosi

O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, elogiou a proposta do presidente Donald Trump para encerrar a paralisação parcial do governo americano e disse que Trump "ofereceu um compromisso de boa-fé para abordar o que é uma genuína crise humanitária e de segurança na nossa fronteira sul"...