Premiê britânica pode deixar que Parlamento decida sobre 'backstop'

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse hoje que poderá deixar que o Parlamento britânico decida sobre utilizar o polêmico mecanismo de "backstop" para impedir o retorno de uma fronteira dura entre Irlanda do Norte e Irlanda.

Nas últimas semanas, May tem tido dificuldades para obter apoio de parlamentares para o acordo do Brexit que fechou com a União Europeia.

Segundo May, o acordo para a retirada do Reino Unido da UE permitiria ao país decidir sobre invocar ou não o backstop.

Em entrevista ao vivo à rádio BBC, May disse que "as pessoas estão preocupadas com o papel do Reino Unido na tomada dessas decisões e a coisa óbvia (a fazer)...é que o Parlamento tome essas decisões".

Os comentários vêm num momento em que opositores alegam que o backstop poderá manter o Reino Unido ligado à UE por muitos anos. Fonte: Associated Press.

Notícia



Theresa May vence voto de confiança do Partido Conservador do Reino Unido

O líder do Comitê 1922 (como é conhecido o grupo de parlamentares do Partido Conservador do Reino Unido formado por deputados que não têm cargo no governo), Graham Brady, anunciou há instantes que a primeira-ministra Theresa May venceu o voto de confiança da sigla por 200 votos a favor e 117 contra...