França nega necessidade de transferência de detentos para presídios federais

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), negou o risco de fuga ou necessidade de transferências de presos da unidade penitenciária de Presidente Vesceslau, presídio de segurança máxima no interior do Estado.

"Na hora que as forças de segurança entenderem a necessidade de qualquer mudança, eu não terei problema de fazer. Não há essa fala hoje", disse o governador, após evento da Polícia Militar, no bairro da Água Fria, zona norte da capital paulista.

A inteligência da polícia descobriu que integrantes do PCC estavam planejando um resgate de membros da facção que estão no presídio. O plano previa uso de um caminhão blindado para derrubar o muro da unidade e libertar seis integrantes da cúpula da facção.

O governador acrescentou que o corpo de policiais responsável pela unidade é "extremamente preparado" e que não se sente constrangido de pedir ajuda federal se a orientação das forças de segurança fossem para fazê-lo.

Notícia