Bolsonaro nega autoria de proposta de 40 anos de contribuição e alíquota maior

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), negou nesta sexta-feira, 9, pelo Twitter que sejam de autoria da equipe econômica dele as propostas de reforma da Previdência que sugerem 40 anos de contribuição para aposentadoria integral e alíquota previdenciária complementar de até 22% para servidores públicos federais.

"As propostas de reforma da Previdência divulgadas pela imprensa, sugerindo 40 anos de contribuição para aposentadoria integral e 22% de alíquota de INSS, não são de nossa autoria como tentam atribuir falsamente", escreveu o presidente eleito.

Notícia



Em estratégia de 'fatiamento' da abril, 'Exame' deve ficar com o BTG

A Editora Abril, que está em recuperação judicial, deve repassar ao banco de investimentos BTG Pactual a revista de economia e negócios "Exame", apurou o jornal <b>O Estado de S...