'Insegurança humana', diz OEA sobre Cracolândia de SP

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA) fez na manhã de quarta-feira, 7, uma inspeção na Cracolândia, na Luz, região central de São Paulo, para avaliar a situação dos direitos humanos. A área reúne centenas de usuários de drogas e população em situação de rua.

A vice-presidente da CIDH, Esmeralda Arosemena disse, após conversar com alguns frequentadores e residentes da região, que as pessoas da área vivem em uma situação de completa de falta de segurança e garantia de direitos. "Essas pessoas estão em uma situação de insegurança humana", afirmou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Notícia



Homem morre após incêndio na favela do Cimento

Após sofrer queimaduras no incêndio da Favela do Cimento, na região do Viaduto Bresser, na zona leste de São Paulo, um homem ainda não identificado morreu na tarde deste domingo, dia 24...