Madri não quer corpo de ditador Franco em catedral

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O governo espanhol informou que não permitirá que os restos mortais do ditador Francisco Franco, morto em 1975, sejam enterrados na Catedral da Almudena de Madri, como pretendem seus parentes, quando forem retirados do monumento do Vale dos Caídos, nos arredores da capital.

A iniciativa tem como objetivo impedir que "um ditador continue ocupando um espaço público que se preste ao enaltecimento", alegou o governo.



As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Notícia



Petição para revogar Brexit atinge marca inédita de 5 milhões de assinaturas

Uma petição que apela à revogação do Artigo 50, que normatiza o divórcio entre o Reino Unido e a União Europeia (UE), disponível no site do Legislativo britânico alcançou hoje a marca inédita de cinco milhões de assinaturas...