Ex-prefeito de NY, Bloomberg volta a ser democrata por candidatura à presidência

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg é oficialmente um democrata novamente. O fundador da empresa de mídia internacional disse nesta quarta-feira, 10, que se registrou como democrata, decisão especialmente significativa caso ele decida desafiar o presidente americano, Donald Trump, na disputa presidencial de 2020.

Pelas redes sociais, Bloomberg justificou a atitude tomada. "Precisamos que os democratas forneçam a separação e equilíbrio dos três Poderes que nossa nação tanto precisa", disse. Apesar do registro partidário, o empresário não afirmou quando poderá tomar a decisão de concorrer ou não à presidência do país.

Bloomberg serviu três mandatos como prefeito de Nova York e, ao longo de sua carreira política, já se posicionou como democrata, republicano e independente. Por duas vezes, Bloomberg flertou com a possibilidade de concorrer à presidência como candidato independente.

Além disso, o empresário e ex-prefeito tem investido dinheiro e apoio ao Partido Democrata e está atacando o Partido Republicano em políticas sobre aborto e armamento.

Notícia



UE aceitou negociar aduana para evitar fronteira irlandesa dura, diz May

A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou nesta segunda-feira que a União Europeia consentiu em torno de "explorar" uma "solução aduaneira" que valha para todo o Reino Unido no caso de um eventual acordo do Brexit ainda não estar integralmente em vigor ao fim do período de implementação, em 1º de janeiro de 2021...