Pompeo diz ter alcançado 'progresso significativo' em reunião com Kim

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, disse nesta segunda-feira, 8, que ele e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, fizeram "progresso significativo" rumo a um acordo para que a Coreia do Norte abra mão de suas armas nucleares. Apesar de ainda haver muito trabalho a ser feito, Pompeo disse esperar novos resultados após uma segunda cúpula entre o presidente americano, Donald Trump, e Kim. Ainda não há data para a segunda reunião entre os dois líderes.

"É um processo longo", disse Pompeo em Seul, para onde viajou após a reunião com Kim em Pyongyang, no domingo. "Alcançamos um progresso significativo. Continuaremos a fazer progresso e estamos mais avançados nesse processo do qualquer outra administração em muito tempo", destacou.

Pompeo não forneceu detalhes, mas disse que ele Kim haviam concordado em iniciar conversas sobre detalhes da desnuclearização, além da colocação de inspetores internacionais em uma das principais instalações nucleares da Coreia do Norte, e chegaram perto de estabelecer uma data e local para a próxima cúpula Kim-Trump.

Trump se manifestou pelo Twitter, a partir de Washington, pouco depois de Pompeo deixar a Coreia do Norte. Ele citou o progresso que o secretário havia alcançado a partir de acordos que combinou com Kim na cúpula de Cingapura, em junho, acrescentando que espera ver o presidente Kim "no futuro próximo".

Pompeo disse que ele e Kim haviam chegado "bem perto" de estabelecer a logística para a próxima cúpula, mas ressaltou que, às vezes, é difícil definir os últimos detalhes. "Mais importante, ambos os líderes acreditam que há progresso real a ser feito, progresso substancial que pode ser feito na próxima cúpula. Vamos fazê-lo em um momento que funcione para ambos os líderes e em um local que funcione para ambos", disse. "Ainda não chegamos lá, mas chegaremos."

Por sua vez, o canal estatal de notícias norte-coreano, KCNA, disse nesta segunda-feira que Kim havia "expressado seu desejo e convicção de que grande progresso será alcançado para resolver as questões de maior preocupação do mundo e em alcançar o objetivo estabelecido nas últimas conversas" com a realização da segunda cúpula entre Coreia do Norte e EUA. Em despacho no início desta segunda, a KCNA chamou as conversas de "produtivas e maravilhosas" e disse que as "posições mútuas foram completamente compreendidas e as opiniões, trocadas".

Notícia