Caso Bradespar-Opportunity pode ter desfecho na próxima terça

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A disputa entre a Bradespar, juntamente com os fundos de pensão sócios da Vale, e o Opportunity pode ter um desfecho na próxima terça-feira, dia 14. Esse é o prazo para a definição sobre como será feito o pagamento da indenização de R$ 4 bilhões ao Opportunity. Nenhuma das partes quis comentar o caso. No mercado, porém, há rumores de uma negociação entre as partes e até de que a Bradespar estaria negociando um seguro de garantia judicial, como forma de evitar a necessidade de desembolso ou de apresentação do único ativo que dispõe em carteira como caução: as ações da própria Vale.

O banco ganhou uma ação de arbitragem por perdas e danos por não ter conseguido exercer uma opção de compra de ações da Valepar. A opção teria sido negociada na época do descruzamento de participações da Vale e da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), há mais de 15 anos.

Após vencer a arbitragem, o Opportunity conseguiu que a justiça do Rio de Janeiro homologasse uma avaliação que fixou o valor da causa. Essa avaliação ainda é objeto de recurso pela Bradespar e pelos fundos, que consideram que o valor da causa seria de cerca de R$ 1 bilhão. Mesmo assim, a justiça determinou a execução da sentença.

Notícia



Eletrobras apresenta edital de leilão de venda de participação em SPEs

A Eletrobras informa que na segunda-feira, 20, a diretoria executiva aprovou o edital do leilão de venda em Sociedades de Propósito Específico (SPEs), marcado para dia 27 de setembro, às 10h, na B3...