Advogado de Lyra diz que não havia motivo para prisão

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O advogado Pierpaolo Bottini, que representa o empresário Milton Lyra, considerou em nota, nesta terça-feira, 15, a decisão do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de mandar soltar o cliente, suposto operador do MDB, acertada. "Não havia motivo ou razão para a prisão de alguém que já estava à disposição da Justiça para prestar todos os esclarecimentos", afirmou Bottini.

Lyra estava em prisão preventiva desde abril, em razão da Operação Rizoma. Lyra entrou com pedido de liberdade no Supremo em 8 de maio, após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) manter o empresário na prisão.

Notícia



Bolsonaro volta a defender preservação da família entre as prioridades do governo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, voltou a defender a preservação da família como uma das prioridades do seu governo e comemorou a indicação de Ricardo Salles como novo ministro do Meio Ambiente em mensagem direcionada ao setor do Agronegócio...