Policiais decidem encerrar greve no Rio Grande do Norte

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O efetivo de policiais civis e militares do Rio Grande do Norte deverá voltar às ruas ainda nesta semana. O governo do Estado apresentou proposta de quitação dos salários de dezembro até a sexta-feira, 12, com o objetivo de findar a paralisação das categorias, que ainda inclui os bombeiros, iniciada há 21 dias. Em assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 9, os policiais civis concordaram com a oferta do Poder Executivo e decidiram retomar os trabalhos com a reabertura das delegacias distritais a partir desta quarta-feira, 10.

Os policiais militares, que também se reuniram na manhã desta terça, condicionam o retorno às ruas a uma série de garantias que deverão ser cumpridas pelo Poder Executivo e dispostas em termo de compromisso assinado pelo governador do Estado, Robinson Faria (PSD). Eles querem a garantia do governo do Estado de não abrir nenhum processo administrativo ou motivar qualquer sanção à categoria; o pagamento integral do salário de dezembro aos ativos, reservistas e pensionistas no dia 12; a disponibilização de verbas federais para investimento em infraestrutura; o aumento do vale-alimentação de R$ 10 para R$ 20, bem como o reajuste da diária operacional, de R$ 50 para R$ 107,15. Além disso, o governo se comprometeu com a chegada, até sexta-feira de 50 novas viaturas para os batalhões da Polícia Militar.

De acordo com o subtenente Eliabe Marques, presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), a Operação Segurança com Segurança continua, uma vez que o movimento de valorização do profissional deve ser permanente, mas que é interesse da categoria chegar a um consenso que permita o retorno dos trabalhos.

"O monitoramento será constante para que a situação não volte a ficar como está", comentou.

Somente após a confirmação da assinatura do termo de compromisso e apresentação das condicionantes aos demais membros da associação, será tomada a decisão final quanto ao retorno ao trabalho, o que deverá ocorrer ainda nesta terça-feira.

Notícia



Incêndio atinge indústria farmacêutica em Hortolândia

Um incêndio de grandes proporções atingia as instalações da indústria de medicamentos EMS, na tarde deste sábado, 20, em Hortolândia, no interior de São Paulo...