Juventus ganha no sufoco do Cagliari e segue na cola do líder Napoli no Italiano

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A disputa pelo título do Campeonato Italiano vai ficar realmente entre Napoli e Juventus. Neste sábado, em uma rodada com tropeços de Internazionale e Roma, os dois ponteiros venceram e dispararam na tabela de classificação. Pouco depois da vitória do líder sobre o Verona, a equipe de Turim entrou em campo contra o Cagliari, fora de casa, pressionado e, mesmo passando um enorme sufoco, ganhou por 1 a 0 e segue na cola do rival do sul do país na luta pelo hepta.

Com 50 pontos após 20 rodadas, a Juventus está apenas um atrás do Napoli. Ambos já ganharam 16 vezes neste campeonato e a diferença está no fato dos napolitanos terem empatado três vezes e perdido somente uma, enquanto que o time de Turim empatou dois e foi derrotada em duas oportunidades. Os dois já abriram larga vantagem, pois a Internazionale aparece na terceira colocação com 42 pontos.

O Cagliari, por sua vez, permanece no 16.º lugar, com apenas 20 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento, que tem Crotone (15), Verona (13) e Benevento (7). Daqui duas semanas, pela 21.ª rodada, a Juventus enfrentará o Genoa, em Turim, e o clube da Sardenha receberá o Milan.

Em campo, a Juventus sofreu para conseguir a vitória. Ela até começou melhor e quase abriu o placar aos oito minutos, quando o argentino Dybala carimbou o travessão em cobrança de falta na entrada da área. Aos 17, o atacante Bernardeschi também chegou perto de marcar ao acertar a trave direita após bater colocado de dentro da área.

A partir daí, o Cagliari conseguiu equilibrar um pouco mais a partida e passou a ameaçar o gol defendido pelo polonês Szczesny. Aos 33 minutos, o time da casa finalmente chegou com perigo quando o brasileiro Diego Farias fez fila na intermediária, invadiu a área, mas na hora do chute foi interceptado por Chiellini.

No início do segundo tempo, Dybala sentiu uma fisgada na coxa direita e deixou o campo aos prantos. O brasileiro Douglas Costa o substituiu e foi o responsável pela assistência para o gol da vitória. Aos 29 minutos, o atacante avançou aberto na ponta direita, passou pela marcação dupla e foi à linha de fundo. Fez o cruzamento rasteiro para o meio da área, encontrando Bernardeschi, que só teve o trabalho de empurrar a bola para a rede e decretar a vitória da atual hexacampeã italiana.

Notícia



Após hepta da Copa América, Vadão vê Brasil colher frutos de seleção permanente

Com sete vitórias em sete jogos, sendo a última delas por 3 a 0 sobre a Colômbia, neste domingo à noite, em La Serena, no Chile, a seleção brasileira feminina de futebol conquistou o título da Copa América com 100% de aproveitamento e assegurou a sua presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020...