Após despachos pela manhã no Planalto, Temer segue para o Palácio do Jaburu

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Depois de convocar a imprensa para acompanhar uma caminhada matinal de 20 minutos, o presidente Michel Temer despachou pela manhã no Palácio do Planalto e seguiu na tarde desta quinta-feira, 4, para a residência oficial, o Palácio do Jaburu, onde deve continuar trabalhando.

No Planalto, por volta das 10h30, Temer recebeu os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral) e o presidente da Caixa Gilberto Occhi. Depois do encontro, Temer sancionou a lei que permite a capitalização em até R$ 15 bilhões da Caixa Econômica Federal com recursos do FGTS. A medida será publicada amanhã no Diário Oficial da União.

Depois, o presidente recebeu o ministro da Cultura, Sergio Sá Leitão, que apresentou uma balanço das ações da pasta no ano passado, principalmente nos cinco meses que está no comando. Um pouco antes de retornar ao Jaburu, Temer teve uma reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e com o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

"Recuperadíssimo"

Na tentativa de afastar rumores sobre seu estado de saúde, o presidente caminhou por cerca de 20 minutos na manhã desta quinta-feira no Palácio do Jaburu, acompanhado de seguranças. A caminhada matinal de Temer foi informada à imprensa no dia anterior para o caso de interesse em registrar imagens.

Ao avistar os fotógrafos, Temer falou "Deus ajuda quem cedo madruga". Questionado como estava de saúde, o presidente respondeu: "perfeito. Recuperadíssimo, graças a Deus". O presidente comentou ainda o fato de a imprensa estar acompanhando seu exercício e disse que não sabia que havia interesse pelas imagens. "Eu vi que vocês estavam por aqui e eu não sabia que vocês tinham vindo aqui para fazer essas imagens", disse o presidente.

Na terça-feira passada, no dia em que tirou a sonda que estava utilizando desde 13 de dezembro, o presidente tinha sido filmado por equipes de TV caminhando. A situação foi usada por auxiliares para diminuir rumores de que a saúde do presidente estava debilitada.

A disposição do governo é passar a imagem de que Temer está se recuperando bem dos recentes problemas de saúde que vem atravessando. O presidente está em um tratamento após cirurgias por conta de problemas urológicos e deve viajar para São Paulo amanhã para novos exames.

Desde quinta-feira passada, Temer tem tentado diminuir o ritmo de trabalho para acatar recomendações médicas. A desobediência do presidente - nas indicações após as últimas cirurgias a que foi submetido - tem sido apontada como uma das causas da demora do problema de obstrução no canal urinário.

Notícia



Promotoria acusa juiz de Imperatriz (MA) por improbidade administrativa

O ex-prefeito de Imperatriz (MA), Sebastião Madeira (PSDB), o ex-procurador-geral do município, Gilson Ramalho de Lima, e o juiz titular da Fazenda Pública da cidade maranhense, Joaquim da Silva Filho, são alvo de uma ação civil pública por improbidade administrativa...