Fora da Copa, Robben anuncia aposentadoria da seleção da Holanda

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Poucos minutos após não conseguir levar a Holanda à Copa do Mundo, o atacante Arjen Robben afirmou nesta terça-feira que está se aposentando da seleção. O jogador de 33 anos, do Bayern de Munique, encerrou um ciclo de 18 anos na equipe, desde as categorias de base, com suas convocações para o sub-15 da seleção.

Robben fez sua despedida na vitória sobre a Suécia por 2 a 0, nesta terça, em Amsterdã, na rodada final do Grupo A das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo. O atacante marcou os dois gols da partida, aos 16 minutos, em cobrança de pênalti, e aos 40, em bela finalização de canhota, da entrada da área.

O placar não foi o suficiente para assegurar a vaga na repescagem porque a Holanda precisava golear por 7 a 0 para neutralizar a vantagem dos próprios suecos no saldo de gols, primeiro critério de desempate, na chave. As duas seleções ficaram com 19 pontos, mas a Suécia garantiu o segundo lugar, e a vaga na repescagem, por ter maior saldo de gols.

Robben era o principal jogador da atual seleção holandesa, que ficará de fora de uma Copa pela primeira vez desde o Mundial de 2002, na Coreia do Sul e no Japão - também não conseguiu se classificar para a Eurocopa de 2016.

O atacante vinha liderando a equipe nos últimos anos. Na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, teve grande atuação e chegou a ser considerado o melhor jogador daquele Mundial por muitos especialistas, apesar do prêmio dado a Lionel Messi como o maior destaque. Graças ao bom desempenho do jogador nos gramados brasileiros, a Holanda terminou a Copa em terceiro lugar.

O jogador fez sua estreia na seleção em 1999, ainda na equipe sub-15. Depois passou pelos times sub-16, sub-17, sub-19 e sub-21. No time principal, estreou em 2003. Ao todo, disputou 96 partidas pela equipe, com 37 gols marcados.

Notícia



Lesionado, Suárez fica fora de convocação do Uruguai para dois amistosos

Com a intenção de se recuperar de uma lesão no joelho direito, em decisão tomada em comum acordo com os médicos do Barcelona, Luis Suárez ficou fora nesta sexta-feira de uma lista de convocados do Uruguai para enfrentar a Polônia, em 10 de novembro, e Áustria, quatro dias depois, em amistosos fora de casa...