FMI: países pediram, em média, 4 vezes mais ajuda ao FMI do que antes da pandemia

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, afirmou nesta terça-feira, 10, que os países pediram, em média, nos últimos anos, quatro vezes mais ajuda ao organismo multilateral do que antes da pandemia.

A dirigente apontou um cenário de espaço fiscal limitado e um aumento global de juros como causa do avanço nos pedidos de resgate econômico, e citou ocasiões especiais, como os casos de Zâmbia e Sri Lanka nos quais o FMI adotou medidas extraordinárias para o socorro das duas economias.

Em painel na reunião anual do Comitê de Bretton Woods, Georgieva pediu maior atenção aos países membros do organismo diante de uma potencial escalada na crise global de dívidas.

Notícia