Abecs: Bancos dobram para R$ 100 o limite de compras sem uso de senha

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




Os bancos bateram o martelo e decidiram dobrar o valor para pagamentos com cartão sem senha para R$ 100. O aumento foi aprovado nesta segunda-feira, 6, pela diretoria da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), que representa o setor de meios de pagamentos eletrônicos no País.

O Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado antecipou, em 28 de maio, que os bancos tinham chegado a um consenso sobre o valor, que poderia ser, no mínimo, o dobro do limite até então, de R$ 50. Com o novo limite, a entidade espera que as transações por aproximação ganhem escala no comércio em geral.

Trata-se de um antigo pleito dos bancos relacionado à tecnologia contacless (do inglês sem contato), mas que ganhou reforço em meio à pandemia do novo coronavírus. Isso porque as medidas de segurança para impedir a contaminação estimularam o maior uso da tecnologia NFC. No primeiro trimestre, as transações com pagamento por aproximação saltaram 456%, movimentando R$ 3,9 bilhões, conforme a Abecs.

A Associação destaca, em nota à imprensa, que a definição do novo teto representa uma melhoria na experiência do consumidor em relação aos novos hábitos de pagamento, seguindo uma tendência mundial. Na transação por aproximação, basta o cliente aproximar seu dispositivo (cartão, celular, relógio, pulseira) do terminal de pagamento, ambos equipados com a tecnologia NFC, para concluir a compra.

Notícia



Angolanos são presos após tentarem sacar auxílio com documentos falsos

Quatro angolanos foram presos pela Polícia Federal na manhã deste sábado (8) após tentar sacar, usando documentos falsos, dinheiro oferecido como auxílio emergencial pelo governo federal em uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) no Recreio dos Bandeirantes (zona oeste do Rio)...