Prefeitura do Rio multa o Flamengo por vetar inspeção no CT Ninho do Urubu

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir




A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou nesta sexta-feira que aplicou uma multa de R$ 2.967,00 ao Flamengo por ter vetado no dia anterior a entrada de funcionários da Vigilância Sanitária no CT Ninho do Urubu, na zona oeste da cidade. Fiscais tinham o objetivo de conferir denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia da covid-19, mas não puderam entrar.

Para justificar a proibição da entrada dos fiscais, o Flamengo alegou que não havia um funcionário do setor administrativo para acompanhar a inspeção, de acordo com a prefeitura.

"Fiscais da Subsecretaria de Vigilância Sanitária, pasta vinculada à Secretaria Municipal de Saúde, e da Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria Municipal de Fazenda estiveram na tarde desta quinta-feira, 21/05, no Centro de Treinamento do Clube de Regatas do Flamengo para conferir denúncia de descumprimento ao Decreto RIO 47.282/20, referente a normas de restrição de aglomeração, medida essencial ao enfrentamento da pandemia da Covid-19. Na chegada, a equipe foi impedida de entrar sob alegação de não haver funcionário do setor administrativo para acompanhar a inspeção, infringindo o Código Sanitário do Município do Rio de Janeiro (inciso X, Art. 30 do Decreto 45.585/18)", informou a nota oficial do órgão municipal, que determinou a multa.

"Diante disso, o estabelecimento foi autuado e o responsável notificado a comparecer na sede da Vigilância nesta sexta, 22, para prestar esclarecimentos quanto à denúncia e também ao fato ocorrido", completou a prefeitura, revelando que o valor da autuação é de R$ 2.967,00.

O clube, no entanto, desconhece a punição e garante ter argumentos para justificar a infração. "O Flamengo informa que não foi multado. Apenas foi procurado pela Prefeitura para prestar esclarecimentos sobre o episódio de quinta-feira, envolvendo um representante da vigilância sanitária", informou uma nota oficial do clube rubro-negro.

Nesta sexta-feira, os jogadores treinaram mais uma vez e alguns deles mostraram apoio à decisão do clube de realizar atividades no gramado desde a última segunda. De forma individual em suas redes sociais, os atacantes Gabriel e Bruno Henrique revelaram suas posições.

"Feliz em voltar fazer o que amo.. Obrigado @Flamengo por todos cuidados e responsabilidade nesse momento difícil. Mas, tenho certeza que vamos superar isso juntos", escreveu Gabriel em sua conta oficial no Twitter, acompanhado de uma foto durante treinamento no CT Ninho do Urubu.

O mesmo fez Bruno Henrique, com duas imagens suas em uma atividade física no gramado. "Que alegria em poder voltar a fazer o que mais amo. Obs: Protegido e com muita responsabilidade, e o mais importante disso tudo, é saber que eu e minha família estamos sendo acompanhado todos os dias pelo o clube de regatas do @Flamengo juntamente com o departamento {...}", afirmou o atacante.

Notícia



Atlético-MG contrata empresa de auditoria e vai investigar gestões passadas

O presidente do Atlético Mineiro, Sergio Sette Câmara, revelou nesta sexta-feira que contratou uma auditoria externa para investigar as contas do clube, incluindo as gestões passadas, com a intenção de avaliar as dívidas da equipe...