Bolsonaro, sobre saída do PSL: vai ser discutido amanhã

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta segunda-feira, 11, que tratará sobre a sua saída do PSL em reunião no Palácio do Planalto na tarde de terça-feira, 12, com parlamentares da legenda. Ainda segundo o presidente, não está definido que "Aliança pelo Brasil" será o nome do partido que ele pretende tirar do papel.

"Não está certo nada ainda. Para depois vocês não falarem que recuei. Tenho de tomar conhecimento do que está acontecendo amanhã, para poder informar", afirmou Bolsonaro em frente ao Palácio do Alvorada.

O presidente enviou mensagem nesta segunda, 11, a parlamentares aliados no grupo de Whatsapp "Time Bolsonaro", informando apenas horário e local de uma reunião: 16h, no Palácio do Planalto. Apesar de não ter especificado o assunto, deputados convidados acreditam que Bolsonaro anunciará a sua saída do PSL.

A saída seria desfecho depois de uma crise que tomou os holofotes da política nacional no último mês. Bolsonaro poderia levar com ele quase a metade da bancada do PSL na Câmara, composta por 53 deputados, caso não houvesse entraves jurídicos que podem implicar na perda dos mandatos.

Notícia