Naiara Azevedo e Gil Mendes comentam nota de repúdio de conselho de enfermagem

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


A cantora Naiara Azevedo foi alvo de uma nota de repúdio publicada pelo Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren-PB) nesta segunda-feira, 21, por conta da música Boqueira que cantou ao lado de Gil Mendes.

Em determinado momento da música, a letra diz: "o meu desejo é que ele pegue uma boqueira / e que a rapariga não seja enfermeira".

Na nota, o conselho "manifesta seu profundo repúdio ao conteúdo da música cantada por Gil Mendes e Naiara Azevedo, de nome Boqueira", por se utilizar "da palavra 'enfermeira' associando a profissão a uma imagem pejorativa".

"A letra da música reduz o trabalho realizado pelas profissionais de enfermagem, incitando o preconceito contra as enfermeiras", prossegue a nota.

"Não se pode admitir que, sob o manto da liberdade de expressão, as pessoas se utilizem deste tipo de manifestação de pensamento que ofende publicamente uma coletividade de mulheres enfermeiras", continua.

Por fim, o Conselho de enfermagem da Paraíba faz acusações sobre a letra, afirmando que a música "reforça uma cultura machista e misógina perpetrada no Brasil por muitos anos".

Naiara Azevedo e Gil Mendes comentam o caso

O E+ entrou em contato com a assessoria de imprensa de Naiara Azevedo sobre a nota de repúdio. A equipe da cantora enviou o seguinte comunicado na tarde desta terça-feira, 22: "Naiara Azevedo foi convidada pela cantora Gil Mendes para participar de sua nova música Boqueira e prontamente aceitou o convite. As duas gravaram, inclusive, um videoclipe juntas para tal canção. Naiara foi apenas convidada pela cantora para interpretar a letra. Boqueira não é autoria de Naiara Azevedo e nem foi lançada pela cantora em questão".

Gil Mendes comentou sobre o caso em uma série de stories no Instagram. "Estou aqui tentando entender tudo o que está acontecendo, vendo os comentários, vendo a revolta, vendo até onde as pessoas vão com essa história de você chegar numa rede social e julgar, denegrir. Ouçam a canção, entendam a canção, eu falo exatamente o contrário do que vocês estão dizendo", disse a artista com a voz embargada.

"Eu sei a importância que vocês enfermeiros têm, eu tenho muitos amigos enfermeiros, eu prestei vestibular para enfermagem. Eu jamais iria ... fazer uma coisa sabendo que a gente tem a internet, jamais eu iria gravar uma canção que fosse, no meu ponto de vista, tivesse agredindo vocês", continuou.

Gil Mendes afirmou que recebeu mensagens de pessoas a "xingando de todas as formas" e disse o público está "simplesmente julgando e fazendo o que vocês sempre fazem". Novamente, ela pediu para que as pessoas ouçam e entendam a música. "Quero me desculpar se foi isso que vocês entenderam. Eu não cantaria uma música que falasse de nenhuma profissão, rebaixando ninguém. Jamais eu nem Naiara Azevedo ou qualquer pessoa, se entendesse que era assim, não ia gravar".

Notícia



Cesar Filho recebe alta e deve voltar ao 'Hoje Em Dia' no dia 18

O apresentador Cesar Filho usou os stories de seu Instagram nesta segunda-feira, 11, para contar que recebeu alta após ter sido internado por conta de uma diverticulite na última semana...