"Não vejo isolamento internacional do Brasil sobre a Amazônia", diz Mourão

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que não vê "isolamento internacional" do Brasil em relação à Amazônia. Para ele, as críticas de políticos e veículos estrangeiros à postura do presidente Jair Bolsonaro sobre a floresta são fruto de uma campanha difamatória.

"Aqueles que perderam a eleição usaram suas conexões internacionais para atacar o presidente", afirmou Mourão em entrevista ao programa Conexão Repórter, do SBT, na madrugada desta terça-feira, 22. "A esquerda tem seus agentes infiltrados na intelectualidade e na imprensa internacional."

Na visão do vice-presidente, há "muita desinformação" sobre a Floresta Amazônica. "Mais de metade da Amazônia já é protegida, ou é área de proteção ambiental ou reserva indígena", afirmou.

Mourão negou já ter defendido que a Amazônia deve ser vendida durante uma palestra à maçonaria, em 2017. Sobre seus comentários de que os índios seriam "indolentes", feitos na mesma ocasião, ele alegou ter utilizado os mesmos termos de intelectuais como Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda.

Notícia