Escritório de Ética Governamental critica Trump por plano para seus negócios

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O diretor do Escritório de Ética Governamental dos Estados Unidos, Walter Shaub, criticou publicamente os planos do presidente eleito Donald Trump para seu conglomerado de empresas enquanto estiver na Casa Branca. Shaub tomou o passo extraordinário de dizer que o plano de Trump de conservar uma participação na Organização Trump não atende aos conselhos do órgão, uma vez que seus filhos adultos administrarão as operações diárias do grupo.

O Escritório de Ética Governamental aconselhou que Trump vendesse seus ativos empresariais e pusesse os lucros em uma trust a ser supervisionada por um administrador independente. "Gostaria que as circunstâncias fossem diferentes e hoje não sentiria a necessidade de fazer declarações públicas", afirmou a autoridade. Durante entrevista coletiva nesta quarta-feira, Trump disse mais cedo que passará a condução de seus negócios a dois filhos e um sócio para evitar conflitos de interesse.

Shaub afirmou que o plano de Trump "não cumpre com os padrões que os melhores de seus nomeados estão cumprindo" e que foi acatado por presidentes anteriores. A autoridade acrescentou que está disposto a dar "sugestões construtivas" a Trump sobre como se desfazer de seus interesses comerciais para assumir o cargo público. Fonte: Associated Press.

Notícia



Reino Unido prende quinto suspeito de participar de ataque em Manchester

A polícia do Reino Unido informou que prendeu hoje um quinto suspeito de participar do ataque à bomba na saída do show da cantora Adriana Grande, em Manchester, na noite da última segunda-feira...