BB anuncia, após Copom, redução de juros em linhas de crédito

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Menos de uma hora depois do anúncio da decisão dos diretores do Banco Central de reduzir a taxa básica de juros para 13% ao ano, o Banco do Brasil anunciou que reduzirá as taxas de juros de empréstimos para famílias e empresas.

Segundo o banco, a maior parte das linhas terá os juros reduzidos, sendo que em cinco delas a queda foi maior do que os 0,75 ponto porcentual de redução da Selic. As novas taxas entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, dia 16.

A maior redução, de 4 pontos porcentuais, será no rotativo do cartão de crédito. De acordo com o BB, a queda já antecipa parte dos efeitos das medidas que serão implementadas em abril, quando o rotativo do cartão de crédito será transformado automaticamente em crédito parcelado depois de 30 dias.

No cheque especial, a redução foi de 0,09 ponto porcentual ao mês. Em três linhas voltadas para pessoas jurídicas, a redução foi de 0,25 ponto porcentual ao mês: desconto de cheques, antecipação de crédito ao lojista e desconto de títulos.

"Esse primeiro passo do sistema financeiro é uma contribuição fundamental para o atual momento do País, visto que o crédito tem um efeito multiplicador importante para retomada da economia", disse Paulo Caffarelli, presidente do Banco do Brasil. Para ele, a redução dos juros contribui para a retomada da confiança, o que é determinante para deslanchar os projetos de infraestrutura e ajudar o Brasil a crescer nos próximos anos.

Notícia



BB Seguridade: Lucro líquido é de R$ 941 mi no 4tri17, queda de 12,5% em 12 meses

A BB Seguridade, holding que concentra os negócios de seguros do Banco do Brasil, anunciou lucro líquido ajustado de R$ 940,851 milhões no quarto trimestre do ano passado, montante que representou queda de 12,5% em relação ao identificado no mesmo período de 2016, de R$ 1,075 bilhão...