CEO da Iran Air diz estar otimista de que acordos não serão bloqueados por Trump

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O chefe-executivo da Iran Air, Farhad Parvaresh, disse hoje que permanece otimista de que o governo do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, não atrapalhará os planos da empresa de comprar novos aviões da Airbus e da Boeing.

Parvaresh disse que as licenças internacionais para entregas de aviões já estavam em mãos, acrescentando que ele espera que "nada especial aconteça com esse contrato".

No fim do ano passado, a Iran Air finalizou acordos para comprar 100 aviões da Airbus e outros 80 da Boeing, a maior fabricante de aviões do planeta. As encomendas valem mais de US$ 34,5 bilhões, embora os compradores geralmente consigam grandes descontos.

O acordo entre a Iran Air e as duas maiores fabricantes de aviões do mundo tem sido controverso. É a negociação comercial de mais alto nível entre companhias ocidentais e a estatal iraniana desde a implementação do acordo nuclear em 2015. Em troca de Teerã colocar um freio em seu programa nuclear, potências mundiais concordaram em suspender muitas sanções antes impostas à República Islâmica.

Mas autoridades americanas que se opõem à flexibilização das restrições impostas ao Irã tentaram bloquear as vendas. Além disso, Trump nomeou críticos dessas propostas para cargos importantes no governo, embora ele não tenha dito que tentaria bloquear as transações. Fonte: Dow Jones Newswires.

Notícia



Trump diz que Coreia do Sul deveria pagar por sistema antimísseis

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, levantou dúvidas na Coreia do Sul sobre dois pilares dos laços bilaterais, ao afirmar que pretende renegociar um acordo de livre comércio e fazer com que Seul pague por um sistema americano de defesa contra mísseis que tem o objetivo de proteger o país asiático de ataques da vizinha Coreia do Norte...