Bovespa +0,89% 64.521,18 pts    Câmbio:    Dólar com -0,55% R$ 3,182 Peso arg -0,89% R$ 0,199 Euro +0,37% R$ 3,404

Sobe para 48 o número de casos suspeitos de febre amarela em Minas Gerais

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


Subiu para 48 o número de casos suspeitos de febre amarela em Minas Gerais, 25 a mais do que havia sido contabilizado segunda-feira, 9. Além do aumento do número de casos, os focos de prováveis infecções aumentaram. A área atingida agora compreende 14 municípios.

Autoridades sanitárias organizam um esquema de vacinação de bloqueio que compreende, entre outras, as cidades de Setubinha, Caratinga, Entre Folhas, Imbé de Minas, Piedade de Caratinga, Ubaporanga, Inhapim, Ipanema, Frei Gaspar, Ladainha e Malacacheta.

De acordo com informações extraoficiais, pelo menos 16 pacientes já apresentaram resultados positivos para Febre Amarela, em um dos testes realizados. No entanto, para classificar o caso como confirmado, governo aguarda o laudo de um exame confirmatório.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou em entrevista na manhã desta quarta-feira, 11, que, apesar do aumento do número de casos, não está configurado em Minas um quadro de surto de Febre Amarela. De acordo com ele, a situação pode ser controlada com a vacinação da população suscetível à doença.

Embora haja relatos de pessoas na região sobre falta do imunizante, Barros afirmou haver vacina para toda população. Entre os pacientes com suspeita da infecção, 14 morreram.

Notícia



Doria: GCM não vai tirar cobertor de morador de rua

O prefeito João Doria (PSDB) admitiu neste domingo, dia 22, que o decreto que retirou a proibição de guardas civis metropolitanos (GCM) de recolher cobertores de moradores de rua "não ficou claro", mas afirmou que essa ação não será feita...