MPF defende bloqueio de bens de construtora

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O Ministério Público Federal (MPF) no Rio requereu ao Tribunal Regional Federal da 2.ª Região que não desbloqueie bens de réus e empresas alvo da Operação Saqueador, acusados por desvios de R$ 370 milhões envolvendo a empreiteira Delta.

A procuradoria se manifestou sobre recurso da Allianza Infraestruturas do Brasil, que pediu a liberação de seus bens. A construtora alega ser a titular de bens atingidos pela decisão judicial e adquiridos em função da recuperação judicial da Delta. Para a procuradoria, é necessário o bloqueio dos bens "para garantir a eventual destinação à União em caso de condenação penal". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Notícia



Delegados Federais demonstram preocupação com projeto de abuso de autoridade

Reunidos no VII Congresso Nacional dos Delegados de Polícia Federal, promovido pela Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), os delegados federais manifestaram preocupação com a possibilidade de aprovação ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 280/16...