EUA acusam China de interferir em atividades de petróleo e gás no Vietnã

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O Departamento do Estado americano afirma que os Estados Unidos estão "profundamente preocupados" com a interferência continuada da China nas atividades de petróleo e gás no Vietnã, mais especificamente na Zona Econômica Exclusiva vietnamita. Em comunicado, um porta-voz do órgão diz que o comportamento de Pequim lança dúvidas sobre seu compromisso com a resolução pacífica de disputas em áreas marítimas.

O governo americano diz que a China tem adotado nas últimas semanas "uma série de medidas agressivas" para interferir em atividades econômicas bem estabelecidas na Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean), em uma tentativa de vetar alianças com companhias de petróleo e gás do exterior. Segundo os EUA, isso impõe custos econômicos ao Sudeste Asiático e bloqueia o acesso à região de estimados US$ 2,5 trilhões em recursos de hidrocarbonetos não explorados. "Os Estados Unidos estão comprometidos em impulsionar a segurança energética de nossos parceiros e aliados na região do Indo-Pacífico e na garantia de produção de petróleo e gás regional sem interrupções para o mercado global", afirma a nota da administração do presidente Donald Trump.

Notícia



Guarda Revolucionária do Irã diz estar pronta para 'qualquer cenário'

A Guarda Revolucionária do Irã está pronta para combate e também para "qualquer cenário", disse seu comandante neste sábado, enquanto o acordo nuclear do país desaba e os Estados Unidos alegam que o Irã estava por trás de um ataque em grande campos produtores de petróleo na Arábia Saudita que agitaram os mercados globais de energia...