Macri diz que Fernández tem a obrigação de reduzir o medo e a desconfiança

Notícia
Espaço entre linhas+- ATamanho da letra+- Imprimir


O presidente argentino, Mauricio Macri, afirmou que o candidato vencedor das eleições presidenciais primárias do país, Alberto Fernández, tem a obrigação de "reduzir o medo e a desconfiança".

A votação expressiva conquistada por Fernández, em 12 de agosto, provocou reações adversas no mercado financeiro, com quedas expressivas do índice Merval, da Bolsa de Buenos Aires, e com disparada da cotação do dólar ante o peso argentino. A candidata à vice em sua chapa é a ex-presidente Cristina Kirchner.

Em evento promovido pelo jornal Clarín, Macri disse que foi "muito ambicioso" com as metas de inflação propostas pelo seu governo e que os preços podem subir mais com a disparada do dólar, o que significaria "prejuízo para os argentinos".

O mandatário, que é candidato à reeleição, defendeu seu mandato. "Agora temos energia, infraestrutura, estamos conectados com o mundo. Temos que continuar com essas mudanças", declarou.

Notícia



Guarda Revolucionária do Irã diz estar pronta para 'qualquer cenário'

A Guarda Revolucionária do Irã está pronta para combate e também para "qualquer cenário", disse seu comandante neste sábado, enquanto o acordo nuclear do país desaba e os Estados Unidos alegam que o Irã estava por trás de um ataque em grande campos produtores de petróleo na Arábia Saudita que agitaram os mercados globais de energia...